Área do cabeçalho
Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: PortuguêsEnglish

Universidade Federal do Ceará
Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Teleinformática

Área do conteúdo

Planejamento estratégico para o quadriênio 2017-2020

A nota 6 na última avaliação da CAPES trouxe grandes responsabilidades ao PPGETI-UFC, pois somos o único programa de pós-graduação com esta nota na área de Engenharias IV no Norte (N), Nordeste (NE) e Centro-Oeste (CO) do Brasil. Para termos noção da importância deste feito, o outro programa de pós-graduação considerado de excelência na região Nordeste é o programa da engenharia elétrica da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), na Paraíba, já tradicional e que é nota 7. Em suma, só há dois programas de pós-graduação de excelência internacional em todo o N, NE e CO do país. Isto nos coloca na situação de querer sempre crescer e representar bem o Ceará, a região Nordeste e o Brasil no que diz respeito à pesquisa, inovação e desenvolvimento (P&I&D) de ponta em termos internacionais.

O impacto da nota 6 foi sentido quase de imediato, pois passamos a receber uma demanda maior de ingressantes em nosso programa, tanto nacionais como estrangeiros. Para se ter uma idéia, só de estrangeiros temos hoje fazendo doutorado conosco alunos do Paquistão (Fazal-E-Asim), da Alemanha (Christoph Enneking e Mikus Janis Grasis), de Cuba (Yosbel Rodriguez Ortega) e de Guiné-Bissau (Ildo Ramos Vieira). Temos também uma pesquisadora iraniana como e um pesquisador sueco fazendo pós-doutorado conosco.

Assim, as ações que tomaremos com vistas à conquista da nota 7 na próxima avaliação da CAPES, destacamos asseguintes:

  • Dar continuidade às ações que visam incrementar as redes de cooperação internacional;
  • Melhorar as condições de infraestrutura de pesquisa e desenvolvimento para os discentes do programa;
  • Promover ações de auto-avaliação periódica envolvendo o corpo docente e o discente do nosso programa;
  • Promover ações de avaliação do nosso programa a serem realizadas por pesquisadores internacionais que nos visitam em missões técnicas;
  • Manter a tendência obervada no aumento do número de publicações dos docentes e discentes do Programa em periódicos internacionais no extrato A1 e A2 QUALIS/CAPES;
  • Promover a internacionalização dos docentes e discentes através de programas de doutorado-sanduíche e pós-doutorado no Exterior, professor visitante estrangeiro e visitas técnicas de curta duração em instituições parceiras noexterior;
  • Ampliar a oferta de disciplinas, seminários e cursos de curta duração ministrados em inglês por pesquisadores estrangeiros que componham o nosso quadro docente ou estejam visitando o nosso programa.

Apesar de termos consolidada parceria com países da Europa tais como França e Alemanha, pretendemos expandir nossa rede de cooperação internacional para países da Ásia, tais como China e Japão, bem como para os Estados Unidos. Além disso, o Programa tem um projeto de incentivo de realizações de estágios pós-doutorais no exterior para permitir tal crescimento de forma sustentável.

Visando incrementar o número de alunos ingressantes no programa com potencial para desenvolver pesquisa em suas diferentes linhas, o PPGETI tem atuado ao longo dos anos com perfis de áreas afins tais como Física, Matemática, Estatística, dentre outras, visando atrair profissionais destas áreas para desenvolver trabalhos nas áreas de interesse do Programa, tendo obtido excelentes resultados ao longo dos últimos anos. Pretende-se dar continuidade a tal iniciativa. Por fim, o continuado incentivo à participação de seus docentes em organizações científicas e comitês internacionais também é parte de nosso planejamento.

Acessar Ir para o topo